http://www.fides.org

Asia

2003-12-04

ÁSIA/TERRA SANTA - OS CRISTÃOS NA TERRA SANTA: NÃO À VIOLÊNCIA E AO TERRORISMO, SIM AO DIÁLOGO COM JUDEUS E ÁRABES PARA CONTRIBUIR À PAZ

Jerusalém (Agência Fides) – Violência e terrorismo e relações com judeus e muçulmanos na Terra Santa: são os temas tratados pela Comissão Teológica do Patriarcado Latino de Jerusalém, em documento enviado à Agência Fides intitulado “Reflexões sobre a presença da Igreja na Terra Santa”. O texto foi assinado pelo Patriarca Latino de Jerusalém, Dom Michel Sabbah e pelos 10 membros da Comissão, entre eles o Bispo auxiliar Dom Boulos Marcuzzo e pelo Pe. Fredric Manns OFM, do Instituto Bíblico Franciscano de Jerusalém.
“Como cristãos na Terra Santa, em Israel, na Palestina e na Jordânia – afirma o documento – compartilhamos as esperanças e as aspirações dos nossos povos, que estão no meio da violência. Juntos, temos a responsabilidade de testemunhar, com as palavras e com as obras, a Boa Nova, e de nos ajudar a nos comportar como discípulos de Cristo”.
Na primeira parte, dedicada à “violência e ao terrorismo”, o texto reitera a condenação a toda forma de violência contra o indivíduo e a sociedade, especialmente em detrimentos de inocentes. Nas relações com os judeus e os muçulmanos, o documento destaca a urgência e a plena vontade da comunidade cristã ao diálogo, no respeito da identidade religiosa e na redescoberta dos elementos comuns às três religiões monoteístas.
“Estamos plenamente conscientes de que a vocação da Igreja em Jerusalém é a de ser uma presença cristã na sociedade, judia ou muçulmana. Acreditamos que fomos chamados a ser fermento, contribuindo na resolução positiva da crise que atravessamos. Procuramos ser uma presença que traga reconciliação, ajudando todos os povos a prosseguirem em direção ao diálogo, que promove compreensão e conduzirá à paz nesta terra”.(PA) (Agência Fides 4/12/2003 Linhas 40 Palavras 382)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network