http://www.fides.org

Europa

2003-05-23

EUROPA/SUÍÇA -METADE DAS CRIANÇAS QUE MORREM A CADA ANO DE SARAMPO SÃO DA ÁFRICA. SEGUNDO A OMS É POSSÍVEL PREVENIR ESTAS MORTES COM UMA ESTRATÉGIA DE IMUNIZAÇÃO COMPLETA

Genebra (Agência Fides) – Segundo a OMS, cada ano morrem de sarampo cerca de 750 mil crianças, das quais a metade são da África. Agora, graças a uma estratégia de imunização completa, será possível evitar tantas mortes. Não obstante a disponibilidade de uma vacina econômica, segura e altamente eficaz, o sarampo no último ano atingiu mais de 30 milhões de crianças e permanece como uma das causas principais de morte infantil. A estratégia recomendada pela OMS e UNICEF para reduzir a taxa de mortalidade foi até agora eficaz em sete Países do sul da África: Botsuana, Lesotho, Malavi, Namíbia, África do Sul, Swaziland e Zimbábue. Se for corretamente colocada em prática poderá prevenir a morte de pelo menos 2,3 milhões de crianças na África para os próximos 10 anos.
No curso da Assembléia mundial da saúde, amanhã, 24 de maio, será requisitada a contribuição ativa, sem maiores demoras, para que se atinja os objetivos propostos pela UNGASS ( Sessão Especial sobre a Infância dedicada pela Assembléia Geral das Nações Unidas em 2003) e do Millennium Development, sempre da ONU, para a redução da difusão da doença em um terço até 2010 e de 50% em 2005 em relação a 1999.
Uma doze de vacina custa apenas 0,25 US$ inclusa a seringa. A OMS e a UNICEF atualmente calculam que são precisos outros 200 milhões de dólares para colocar em prática, nos próximos três anos, a estratégia de imunização completa contra o sarampo em 45 países onde se conta 95% das mortes. Tal valor diz respeito à compra da vacina, material esterilizado seguro, equipamentos especializados, transporte e pessoal para reforçar os sistemas de imunização comuns. (AP) (23/5/2003 – Agência fides; linhas: 25; palavras: 314)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network