http://www.fides.org

Europa

2003-11-10

ÁFRICA/ONU - A ONU ESTUDA A POSSIBILIDADE DE UTILIZAR MERCENÁRIOS PARA AS OPERAÇÕES DE PAZ NO SÉCULO 21

Roma (Agência Fides) – Mercenários no lugar dos capacetes-azuis? Foi o pedido do Secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, a um grupo de especialistas que foram encarregados de avaliar a possibilidade de usar Companhias Militares Privadas (PMC) para operações de manutenção de paz. O Global Security Partnership Project é composto por 16 membros guiados por dois ingleses e um canadense, e deverá estudar como as Nações Unidas deverão conduzir as operações de paz no século 21.
Alguns funcionários da ONU admitiram que os resultados obtidos pelos Capacetes-azuis não foram sempre satisfatórios. São muitas vezes soldados provenientes de países pobres a vestir os uniformes da ONU. Esses militares poucas vezes são bem preparados e equipados. Além disso, as tropas da ONU têm muita dificuldades de se posicionar rapidamente em uma região de crise, exatamente quando sua presença deveria evitar que a situação piorasse.
As PMC, ao invés, são formadas por militares reformados, muitos dos quais com um passado em esquadrões de elite ocidentais, e têm uma estrutura muito ágil, capaz de agir rapidamente. Mas permanecem muitas ressalvas do ponto de vista legal, político e ético no uso desses modernos mercenários nas operações de paz, sobretudo se se recorda que alguns PMC têm estreitas ligações financeiras e operacionais com indústrias de mineração que operam nos países onde esses “Capacetes-azuis particulares” deveriam levar a paz. (L.M.) (Agência Fides 10/11/2003, linhas 21 palavras 240)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network