http://www.fides.org

Ciência e Medicina

2003-11-07

ÁFRICA/MADAGÁSCAR - PÉSSIMAS CONDIÇÕES SANITÁRIAS, MORTALIDADE INFANTIL DE 100 POR 1000 (100 CRIANÇAS MORREM ANTES DE COMPLETAR UM ANO DE IDADE)

Roma (Agência Fides) – As precárias condições da população em Madagáscar foram sucessivamente agravadas por anos de guerra particularmente pesados sobretudo para as crinaças e e as condições sanitárias do país. A propósito, os padres vicentinos construíram um centro de acolhimento em Vohipeno, que se encontra em uma região muito pobre e isolada no sul do país, sem energia e água. O telefone mais próximo se encontra a 40 km de distância. Este centro é um pequeno vilarejo de cabanas que oferece diversas atividades, entre elas um centro para portadores de deficiência que existe desde 1986 e hospeda atualmente 170 jovens entre 16 e 25 anos, quase sempre abandonados pela família. Muitos são vítimas da poliomielite. Para eles, existe um centro de reabilitação, um laboratório onde se fabricam sapatos ortopédicos e uma escola onde é possível aprender uma profissão. Há também um centro para crianças desnutridas e pobres, que recebe 30 crianças, muitas das quais órfãs: um centro para os doentes de tuberculose, na maioria mulheres com seu filhos que recebem tratamento e alimentos na medida do possível. Por fim, o centro de Vohipeno é dotado de um ponto de acolhimento para famílias pobres que são hospedadas e têm a possibilidade de cozinhar o próprio alimento. (AP) (7/11/2003 Agência Fides; Linhas:19 Palavras:243)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network