http://www.fides.org

Vaticano

2003-05-15

VATICANO - O PAPA AOS BISPOS SIRO-MALABARESES E SIRO MALANKARESES: SEDE FERMENTO DE EVANGELIZAÇÃO PARA A NAÇÃO INDIANA

Cidade do vaticano (Agência Fides) – Trabalhar em comunhão e unidade para a evangelização contra os desafios do secularismo: é a exortação dirigida pelo Santo Padre aos Bispos indianos de rito siro-malabarês e siro-malankares que concluíram em 13 de maio a sua visita ad limina no Vaticano.
No discurso dirigido aos bispos de rito siro-malabares o Santo Padre exortou os presentes a “trabalhar estritamente com os Bispos de rito latino e com a Santa Sé, para assegurar que os fiéis siro-malabares recebam o apoio espiritual que merecem”, destacando a necessidade de um esforço constante e de caridade fraterna para o bom funcionamento do Sínodo dos Bispos.
O Papa recordou a riqueza da liturgia siro-malabares que “ desempenhou um papel vital no forjar a experiência de fé na Índia” e exortou a “ guardarem e renovarem este tesouro, não permitindo jamais que seja usado como fonte de divisão”.
Afirmando que “a caridade exorta cada cristão a ir e proclamar a Boa Nova de Cristo aos confins da terra”, João Paulo II continuou:” A Índia, abençoada com tantas culturas diversas, é uma terra onde o povo aspira por deus; isto torna a vossa liturgia propriamente indiana um modo excelente de evangelização”. “ A evangelização autêntica – disse –é sensível à cultura e aos seus usos locais”. Dirigindo-se a uma Igreja rica de vocações missionárias, o Santo padre uniu-se aos bispos “em ação de graças , pois que as vossas eparquias foram abençoadas por tantos sacerdotes e religiosos”.
Na mensagem dirigida aos Bispos siro-malankareses, o Papa lembrou a crise dos valores e o secularismo que, também na Índia, herdaram a prática da fé e a cultura cristã. “Para responder a este desafio em modo adequado, ocorre uma inculturação da ética cristã em todos os níveis da sociedade humana”. “ A vossa longa experiência como pequena comunidade de cristãos em uma terra não cristã – disse o Santo Padre – vos preparou para tornar este ‘fermento’ um instrumento oportuno de transformação”. Mas este processo se realiza “assegurando sempre que a mensagem de Cristo não venha jamais diluída ou alterada na tentativa de torná-la mais aceitável culturalmente ou socialmente”. Como Bispos – concluiu o Papa – sejam fonte de orientação e de força para as comunidades religiosas nas vossas Eparquias”.(PA) (Agência Fides 15/5/2003 – linhas:35; palavras:429)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network