http://www.fides.org

Africa

2003-05-14

ÁFRICA/UGANDA - SOBRE A FUGA DE ALGUNS SEMINARISTAS RAPTADOS DOMINGO PASSADO NO NORTE DA UGANDA

Kampala (Agência Fides) – “Infelizmente as notícias sobre a fuga de alguns dos seminaristas capturados pelos rebeldes do exército de Resistência do Senhor Paulo (LRA) são infundadas” disse para a Agência Fides Pe. Joseph, missionário comboniano, há 7 anos pároco em Kitgum, no norte da Uganda nos confins com o Sudão. Fontes de jornais ugandenses difundiram boatos sobre uma fuga das mãos dos rebeldes de alguns dos seminaristas raptados em Lachor, domingo passado. infelizmente estas notícias não encontraram até agora confirmação. “Temo que estes boatos tenham sido difundidos propositalmente pelos rebeldes para fazer com que o exército não intervenha, por medo de piorar a situação dos reféns” disse pe. Joseph, em cuja paróquia, segundo a mídia local, estão refugiados os rapazes que fugiram da guerrilha.
Cerca de 40 seminaristas foram raptados na noite entre sábado 10 e domingo 11 de maio, quando os guerrilheiros da LRA fizeram uma incursão no seminário de Lachor no norte da Uganda. no curso do ataque, uma criança de oito anos foi morta. A guerrilha há anos rapta crianças e rapazes no norte da Uganda para depois enviá-los aos próprios campos de adestramento no Sudão e transformá-los em combatentes.
“ O mundo deve tomar consciência daquilo que está acontecendo aqui”, disse pe. Joseph. “As contínuas incursões da guerrilha tornam a vida impossível aos habitantes. em nossa missão, hospedamos cerca de 300 rapazes entre os 8 e os 15 anos, que se refugiam à nós para encontrar um mínimo de segurança e conforto, mas existem tantos outros que se encontram nas mesmas condições e não sabem a quem dirigir-se”. (L.M) (Agência Fides 14/05/2003 – linhas: 22, palavras. 279)

Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network