ÁFRICA/ÁFRICA DO SUL - “Uma em cada 5 crianças é abusada sexualmente”: denúncia dos Bispos sul-africanos

Terça, 23 Maio 2017 violência   bispos  

Johannesburgo (Agência Fides) - “Todo crime contra uma mulher ou uma criança causa danos ao delicado tecido da sociedade que vão além do simples fato”, denuncia Dom Stephen Brislin, Arcebispo de Cidade do Cabo e Presidente da SACBC (Southern Africa Catholic Bishops’ Conference) em mensagem de condenação das violências contra mulheres e menores. “Enquanto alguns autores das violências são presos e processados, as vítimas são submetidas a ulteriores tribulações durante o processo. O custo humano e social é imenso”, explica Dom Brieslin.
O Presidente da SACBC adiante os dados de um estudo recente, segundo o qual na África do Sul, uma em cada 5 crianças é abusada sexualmente, enquanto 75% das crianças sofre na escola atos de bullying.
Dom Brislin sublinha que “a recente onda de violências contra mulheres e crianças abalou o país”. A coisa mais chocante é que a maior parte das vítimas conhece seus carnífices”. “Isto desperta mais perguntas que respostas”, comenta o Arcebispo. As violências nas famílias, nas escolas e na sociedade são agravadas “pelo abuso intenso de álcool e drogas”: quem paga as contas são sobretudo os jovens, que frequentemente se unem em gangues. “A participação em bandos é um fato comum e pode gerar violências coletivas e estupros de grupo”.
A solução não pode ser apenas a repressão policial e o cárcere, afirma o Arcebispo. “Temos que ver o modo com o que nossos filhos socializam se quisermos reduzir a violência. Ao invés de investir enormes quantias de dinheiro no sistema da justiça penal e nas estruturas corretivas, seria melhor aumentar as verbas para programas de apoio aos pais. Precisamos de intervenções para combater a banalização da violência em casa, na escola, na igreja e em nossas comunidades”, conclui Dom Brislin. (L.M.) (Agência Fides 23/5/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network