VATICANO - Card. Filoni em Evinayong: “Sejam bons construtores desta nova Igreja”

Segunda, 22 Maio 2017 filoni   igrejas locais   sacerdotes   comunidades religiosas  

Evinayong (Agência Fides) – O Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, Card. Fernando Filoni, transcorreu o domingo, 21 de maio, na nova diocese de Evinayong, criada em 1° de abril (veja Fides 1/4/2017; 17/5/2017). Pela manhã, na Catedral, o Cardeal presidiu a Santa Missa com a tomada de posse do primeiro Bispo, ordenado no dia precedente em Mongomo, Dom Callixto-Paulino, e à tarde encontrou o clero, os religiosos e as religiosas da nova diocese.
Na homilia, inspirando-se na primeira leitura da Missa, o Prefeito do Dicastério Missionário recordou o dever da Igreja de evangelizar: “Pregar Cristo é a missão da Igreja, da qual ninguém está excluído, porque pregar Jesus é um compromisso obrigatório para todos os batizados”. Depois recordou que em 1645 os capuchinhos chegaram na atual Guiné Equatorial, seguidos por outros missionários, os sacerdotes diocesanos de Toledo, os jesuítas e, sobretudo, os claretianos: todos “pregaram aqui Cristo, demonstrando-se suas fiéis testemunhas... lançando as bases da Igreja em meio a vocês”. Hoje, se abre um novo capítulo da Igreja na Guiné Equatorial com esta nova diocese. “A Igreja Católica na Guiné Equatorial, como toda família, espera da nova Diocese de Evinayong um desenvolvimento generoso e um enriquecimento espiritual e um novo ímpeto evangelizador”, destacou, garantindo que “a nova Diocese não será abandonada, porque o Senhor Jesus nos garante a sua constante presença”.
Dirigindo-se a todos os membros da nova diocese, o Card. Filoni reiterou: “Esta é confiada a seus cuidados, depende de vocês como um recém-nascido depende dos cuidados maternos e paternos. Como pequena semente, a nova Diocese é confiada a vocês como competentes agricultores... No passado, outras pessoas já semearam e plantaram a Palavra de Deus, agora cabe a vocês irrigar o campo que faz germinar e crescer o bem. Assim, enquanto membros desta Igreja, contribuirão para o crescimento desta planta que é a Diocese de Evinayong. Não semeiem a intriga neste campo do Senhor, isto é, não semeiem a confusão nem o ódio ou o ciúme; não façam fofocas”.
O Prefeito do Dicastério Missionário recomendou ainda: “Vocês são chamados a ser bons construtores desta nova Igreja. Construam, portanto, sobre Cristo, o fundamento inabalável. Ofereçam à construção desta Igreja a preciosidade da caridade fraterna, da comunhão e da unidade; usem como pedras preciosas o perdão, a solidariedade, a verdade e a justiça. Não tragam a discórdia ou o interesse pessoal e o pecado da mentira. Nesta obra de construção dessa Diocese, todos vocês são colaboradores de Deus”.
Comentando o trecho evangélico do dia, em que ressoam as palavras de Jesus “Se me amam, observarão os meus mandamentos”, o Cardeal evidenciou que o “segredo de cada coisa é o amor por Cristo. A nossa missão cristã e eclesial brota de um profundo ato de amor, do contrário, esta se reduz a simples atividade social. Todo empenho apostólico, toda atividade missionária, todo serviço na Igreja tem a sua origem no amor por Cristo, a quem nada deve ser anteposto”.
À tarde, o Card. Filoni encontrou o clero, os religiosos e as religiosas, aos quais recordou: “Cabe a vocês o grande desafio de iniciar a nova Diocese, de colocar de pé as estruturas necessárias para a organização pastoral e administrativa, além do desenvolvimento da atividade missionária”. Na sequência, fez algumas recomendações, além do encorajamento, para enfrentar os novos desafios: o envolvimento de todos, como primeiros colaboradores do Bispo, para iniciar e levar avante a diocese; o chamado a viver “fielmente e com alegria” a identidade sacerdotal e religiosa; o anúncio e o bom testemunho de vida no plano espiritual, moral e pastoral; a necessidade de ter o coração de Jesus, “isto é, amar como Jesus ama, pensar como Jesus pensa, agir como Jesus age, servir como Jesus serve, em cada momento da vida”.
“Para estar sempre vivos na vida sacerdotal e religiosa, será oportuno cuidar sempre de sua formação permanente”, disse o Cardeal, que concluiu agradecendo aos sacerdotes e religiosos “pelo zelo e pelo empenho incansável que utilizam na evangelização”, e exortando-os com essas palavras: “Vamos para frente, animados pelo amor comum pelo Senhor e pela Santa Mãe Igreja. Permaneçamos unidos na oração. Lembrem-se: dependerá de vocês se quiserem construir em Evinayong uma Igreja segundo o Coração de Cristo”. (SL) (Agência Fides 22/5/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network