ÁFRICA/MALI - Irmã Gloria, sequestrada há cem dias, ainda nenhuma notícia

Sábado, 20 Maio 2017 direitos humanos   grupos armados   violência   ordens religiosas  
Irmã  Gloria Cecilia Narváez Argoti

Irmã Gloria Cecilia Narváez Argoti

Bamako (Agência Fides) - "A vida continua timidamente na Diocese de Sikasso; de um lado, a comunidade das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada de Karangasso tiveram que parar os compromissos de trabalho, e de outro as buscas pela irmã Gloria até agora sem êxito positivo.
A Diocese de Sikasso vive desde então no desânimo. No entanto, Dom Jean Baptiste Tiama, Bispo de Sikasso, nos pede para manter a esperança. Continuamos a rezar e ter fé no Mestre das nossas vidas. Não devemos nos cansar de rezar. Temos de tentar descobrir o que Deus quer nos dizer nesta aventura ..."
É o que afirma o comunicado da Conferência Episcopal do Mali enviado a Fides, informando sobre o sequestro de irmã Gloria (veja Fides 18/3/2017).
"É neste sentido que organizamos de celebrar em todas as dioceses do Mali uma missa após 100 dias de cativeiro e lembrar Irmã Gloria e todas as pessoas que foram sequestradas por grupos armados", conclui o comunicado.
Recordamos que em 8 de fevereiro, a religiosa colombiana, Irmã Gloria Cecilia Narváez Argoti, foi sequestrada por homens armados no sul do Mali, numa igreja católica em Sikasso. CE) (Agência Fides, 20/05/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network