AMÉRICA/ARGENTINA - “Reconciliação significa justiça, reparação e verdade”, diz Dom Olivera

Quarta, 10 Maio 2017 política   bispos   violência   direitos humanos   democracia  

"Reconciliação significa justiça, reparação e verdade", destaca Dom Olivera

Buenos Aires (Agência Fides) - “Às vezes se pensa que o caminho da reconciliação significa também impunidade e deixar para trás os graves crimes cometidos, mas não é assim. A reconciliação é verdadeira quando se consegue obtê-la com justiça, reparação e verdade”: foi o que disse o Bispo de Cruz del Eje e Ordinário militar da Argentina, Dom Santiago Olivera, numa entrevista a uma rádio local, enviada a Fides.
O Bispo comentou assim a sentença recente da Corte Suprema, que aprovou a lei 24390 (conhecida como 2x1), revogada em 2001, que reduzir pela metade as condenações dos militares da última ditadura que cometeram crimes contra a humanidade.
Dom Olivera participou da Assembleia da Conferência Episcopal Argentina onde se refletiu sobre os eventos do período da ditadura civil-militar. O sentimento comum da Assembleia é que “a Igreja não quer o esquecimento”. O bispo acrescentou: “Essa sentença nos surpreendeu, porque tínhamos nos encaminhado para um percurso de serviço e encontro”.
No que diz respeito à possibilidade que a sociedade argentina consiga entrar num caminho de autêntica reconciliação, Dom Olivera disse que "é triste, mas acredito que ainda estamos longe de uma verdadeira reconciliação. Existem feridas abertas de um lado e de outro, esta é a nossa realidade". (CE) (Agência Fides, 10/05/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network