ÁSIA/JORDÂNIA - Rei Abdullah II reivindica o seu papel de “protetor” dos cristãos árabes

Quarta, 3 Maio 2017 minorias religiosas   lugares santos  

Wikipedia

Amã (Agência Fides) - A Monarquia hachemita renovará os seus esforços para proteger a existência e a identidade dos cristãos árabes. Foi o que repetiu o Rei Abdullah II da Jordânia, durante um encontro com o Arcebispo Justin Welby, Primaz da Comunhão anglicana, recebido por ele em Amã, na terça-feira, 2 de maio. Durante a conversa com o Arcebispo de Cantuária, o monarca repropôs a Jordânia como modelo de coexistência harmoniosa entre cristãos e muçulmanos.
No encontro, divulgado pelos meios de comunicação jordanianos, o Rei Abdullah também sustentou que as recentes medidas unilaterais colocadas em ação por Israel criam insídias para os Lugares Santos cristãos e muçulmanos de Jerusalém, reiterando que a Monarquia hachemita tem a intenção de combater toda tentativa de alterar a identidade árabe da área da Cidade Santa onde estão concentrados. (GV) (Agência Fides 3/5/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network