ÁSIA/CAMBOJA - Instrução e empresa social: os projetos da Igreja cambojana

Sábado, 29 Abril 2017 instrução   solidariedade   sociedade civil   obras sociais   pontifícias obras missionárias  

Belmont (Agência Fides) – A Igreja na Camboja está diretamente engajada em programas educativos e sociais. Em um país 98% budista, “é importante que a Igreja Católica possa oferecer a sua total colaboração para reconstruir o sistema educativo despedaçado pelo regime Khmer vermelho da década de 70”: é a afirmação do Bispo Olivier Schmitthaeusler, Vigário Apostólico de Phnom Penh, participando de um encontro em Belmont em que agradeceu os patrocinadores e doadores, como a Catholic Mission Australia. Encontrando os fiéis na igreja católica de São Francisco Xavier em Belmont, o bispo ilustrou o projeto de uma empresa social para pessoas desfavorecidas, promovida na periferia da capital cambojana. O projeto inclui uma escola superior agrícola e técnica, programas de formação para empresas sociais e o instituto de São Paulo, que prepara os jovens cambojanos também para a formação profissional.
O Bispo contou que os alunos do Instituto obtêm ótimos resultados escolares, e adiantou a intenção de “expandir todo o programa, para garantir que as pessoas ainda mais desfavorecidas tenham a chance de estudar ou aprender uma profissão”.
Outro setor onde a Igreja está presente è a agricultura “holística” e sustentável praticada pela empresa social que se está desenvolvendo em Phnom Penh com o apoio da Catholic Mission, ou seja, a rede das Pontifícias Obras Missionárias australianas.
“Graças ao apoio financeiro e á oração, a nossa pequena Igreja encontrou muitas maneiras práticas e vitais para comunicar o rosto misericordioso de Deus a quem precisa, na Camboja. Estou aqui para agradecê-los por sua generosidade e caridade”, frisou Dom Schmitthaeusler . (PA) (Agência Fides 29/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network