ÁFRICA/EGITO - A Igreja copta está preocupada com as atividades das seitas de matriz ocidental

Quarta, 26 Abril 2017 igrejas orientais   papa francisco   oriente médio   diálogo   ecumenismo  

IlSismografo

Cairo (Agência Fides) - O departamento doutrinal da Comissão Episcopal copta-ortodoxa encarregada da pastoral chama a atenção de seus fiéis para as atividades das Testemunhas de Jeová no Egito. Num documento oficial, relançado pela mídia local, o departamento doutrinal copta-ortodoxo especifica que as Testemunhas de Jeová são uma seita não-cristã fundada nos Estados Unidos, cujas origens remontam ao século XIX, e cujos adeptos não reconhecem a divindade de Jesus Cristo. O mesmo departamento doutrinal tem, em particular, lançado o alarme em relação a artigos e mensagens postados no site em árabe intitulado “Ortodoxia e Bíblia”, relatando que por trás das atividades do site estariam as Testemunhas de Jeová, e sua intenção seria a de confundir as almas dos cristãos para distanciá-los da fé conservada e proposta pela Igreja copta.
Enquanto isso, o Patriarca copta-ortodoxo Tawadros II, em visita ao Kuwait, reiterou que os ataques terroristas contra os coptas são destinados a sabotar a unidade nacional entre as componentes da população egípcia, observando que a violência das redes terroristas não afetam somente os cristãos, mas também as Forças Armadas, a Polícia e os simples cidadãos de religião muçulmana. O Papa Tawadros expressou sua confiança na capacidade dos egípcios de resistir ao projeto perseguido pelos terroristas, repetindo que no Egito a convivência entre cristãos e muçulmanos dura há 14 séculos. (GV) (Agência Fides 26/04/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network