ÁFRICA/ÁFRICA DO SUL - Moção de desconfiança contra Zuma; “Votem segundo consciência”: apelo de Justiça e Paz aos parlamentares

Quarta, 19 Abril 2017

Johannesburg (Agência Fides) – Alta tensão na África do Sul, onde nos últimos dias, milhares de pessoas desceram às ruas para pedir a renúncia do Presidente Jacob Zuma, envolvido em uma série de escândalos de corrupção e acusado de afastar alguns Ministros, como o da Fazenda, Pravin Gordhan, considerado como competente e honesto (veja Fides 31/3/2017).
Em 12 de abril, o Parlamento devia votar uma medida de desconfiança contra o Presidente que, se aprovada, deveria obrigá-lo a renunciar. O voto foi adiado ‘sine die’ para permitir o Supremo tribunal de se pronunciar sobre o recurso apresentado pela oposição para votar a medida com voto secreto. Deste modo, a oposição espera atrair os votos da ala parlamentar da ANC (partido de Zuma) que é contrário à continuidade do Presidente no poder.
“Precisamos de um Parlamento que demonstre uma forte liderança ética e exerça um controle não parcial sobre o executivo”, afirma uma nota da Comissão Episcopal Justiça e Paz publicada às vésperas do voto parlamentar, sucessivamente adiado. “Pedimos a todos que os parlamentares votem segundo consciência, levando em consideração o bem comum e não interesses parciais e sua sobrevivência política, ao votar a medida para afastá-lo”, acrescenta a nota.
Justiça e Paz pede também à diretoria da ANP que escute as pessoas que desceram às ruas para pedir a renúncia de Zuma. “Não se apressem em rejeitar os apelos à responsabilidade do executivo qualificando-os como racistas e como um ataque contra transformações econômicas radicais”.
No âmbito da ANC se abriu a luta para a sucessão de Zuma, cujo mandato presidencial termina em 2019. Como líder do partido e candidato da ANC à presidência, Zuma propõe sua ex-esposa Nkosazana Dlamini-Zuma, que está para deixar a Presidência da Comissão da União Africana. A ela, se opõe a candidatura o atual vice-Presidente, Cyril Ramaphosa. (L.M.) (Agência Fides 19/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network