ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Retorna a calma em Wau, mas milhares de mulheres e crianças ainda estão abrigadas em uma igreja

Quarta, 12 Abril 2017 grupos armados   violência   deslocados  

Juba (Agência Fides) – As autoridades sul-sudanesas decretaram o toque de recolher em todo o estado de Wau (noroeste do Sudão do Sul), depois que pelo menos 25 pessoas morreram na capital em consequência das violências perpetradas por uma milícia pró-governo contra a população (veja Fides 11/4/2017).
O Coordenador humanitário da diocese de Wau, pe. Moses Peter, confirmou à Rádio Bakhita que ontem a cidade voltou à calma depois da intervenção das forças da segurança e de patrulhas de Capacetes Azuis da Missão da ONU no Sudão do Sul. Segundo o sacerdote, o ataque mortal foi cometido por homens uniformizados, com a ajuda de esquadrões de ladrões de gado.
A Rádio Tamazuj traz testemunhos de moradores de Wau que afirmam que os atacantes escolhiam suas vítimas com base em sua pertença étnica.
A rádio cita Natalina Andea, coordenadora da Comissão diocesana Justiça e Paz de Wau, segundo a qual milhares de pessoas, em maioria mulheres e crianças, ainda estão refugiadas em uma igreja da diocese, sem água. “O clima está muito quente e as crianças estão sofrendo terrivelmente”, disse.
Não obstante a presença das forças da segurança, muitas pessoas ainda buscam abrigo no sítio de Proteção da ONU, com medo de novas violências. (L.M.) (Agência Fides 12/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network