AMÉRICA/ARGENTINA - “A esperança cristã nos deve responsabilizar para defender os nossos direitos”, carta do Bispo de Posadas

Sexta, 7 Abril 2017

“A esperança cristã nos deve responsabilizar para defender os nossos direitos”, carta do Bispo de Posadas

Posadas (Agência Fides) – O Bispo da diocese de Posadas, Dom Juan Rubén Martínez, em preparação para as celebrações da Semana Santa, publicou uma carta na qual escreve que “seria hipócrita pretender sair de dificuldades pessoais e sociais, da crise de valores e das formas de corrupção, e não decidir assumir o próprio compromisso responsável para construir um futuro melhor”.
O Prelado, em carta recebida pela Fides, recorda que na base de tudo isto está a encarnação: “Deus quis se tornar um de nós e unir-se à história humana. Eis porque se fala de uma fé engajada com a história, com o drama humano, com a busca de transformação, com a certeza da dinâmica de Páscoa, da morte e da vida, que nos conduz à eternidade”.
“Devemos manter os olhos abertos – prossegue – para discernir e descartar as falsas promessas ou algum tipo de esperança humana fácil, sem dificuldades e sem responsabilidade na construção e no dever de transformar a nossa sociedade”.
“A esperança cristã – conclui Dom Juan Rubén Martínez – nos deve responsabilizar para defender nossos direitos, mas sobretudo a assumir nossos deveres de cidadãos. Este dever se inicia com o empenho nas pequenas coisas de todos os dias, em nossa cidade ou bairro, nas escolas ou nas paróquias.
Podemos dizer que se existem líderes sociais, políticos e religiosos inadequados é devido à nossa falta de responsabilidade e de uma participação regular, inclusive com o voto”.
A Argentina, e de modo especial, Posadas, vive um momento de grande tensão: ontem, 6 de abril, houve a primeira greve geral em protesto contra o governo do presidente Mauricio Macri. A grande mobilização foi promovida pela Central General de Trabalhadores (CGT), maior sindicato do país, e teve uma ampla adesão dos setores dos transportes, saúde, bancos, escolas, setor público e privado.
(CE) (Agência Fides, 07/04/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network