ÁSIA/ÍNDIA - Aprende-se na escola como deter a violência contra as mulheres

Quarta, 5 Abril 2017 direitos humanos   mulher   violência   franciscanos   instrução   sociedade civil   formação  

Chennai (Agência Fides) - Trabalhar para por fim à violência contra as mulheres através de medidas para preveni-la, detê-la, e consertar seus efeitos: os franciscanos na Índia lançaram uma campanha nacional especial com esse objetivo. Conforme referido a Fides por Pe. Nithiya Sagayam, frade capuchinho e coordenador nacional da Associação das Famílias Franciscanas da Índia (AFFI), que inclui frades, religiosas e leigos franciscanos, a campanha teve início em Hosur e Krishnagiri, duas localidades no Estado de Tamil Nadu, nas escolas dirigidas pela Congregação das Servas Franciscanas de Maria (Franciscan Servants of Mary), que acompanham no percurso educacional milhares de meninas. Os franciscanos promovem nas escolas cursos de formação motivacionais ao lado de estratégias e planos de ação que serão gradualmente propostos a escolas e faculdades em todo o país.
Cerca de duzentos professores foram treinados com as sessões de formação, debates de grupo e planos de ação para identificar e implementar formas e práticas para deter diferentes formas de violência contra as mulheres indianas. Os professores, por sua vez, serão os promotores desse trabalho e dessas estratégias entre as meninas e suas famílias.
Pe. Nithiya Sagayam ilustra a Fides as principais questões abordadas: seleção do gênero e aborto seletivo; abuso e perseguição de menores; casamentos precoces; prostituição infantil; tráfico de meninas e mulheres jovens; prática de "dote"; violência doméstica; e agressões ao parceiro.
A AFFI organizou programas de conscientização que vão durar todo o ano.
Para dar maior difusão possível a essas práticas de formação e conscientização a partir das escolas, os franciscanos criaram um DVD que contém material de formação, apresentações em PowerPoint e vídeos que serão enviados a milhares de escolas, católicas e não, em toda a Índia, com a proposta de promover esses seminários. (PA) (Agência Fides 5/4/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network