ÁFRICA/EGITO - Al Azhar condena o atentado na Rússia. O Grande Imã: o diálogo inter-religioso não é suficiente para deter o terrorismo

Terça, 4 Abril 2017 terrorismo   áreas de crise   islã   diálogo  

arabpress

Cairo (Agência Fides) – Uma imediata condenação do atentado terrorista que segunda-feira, 3 de abril, atingiu São Petersburgo foi expressa pela Universidade de al Azhar, principal centro teológico-acadêmico do Islã sunita. Num comunicado, divulgado nas horas sucessivas ao atentado, al Azhar evocou a urgência de combater o terrorismo com adequadas medidas internacionais que detenham o fluxo de armas e recursos endereçado aos aparatos terroristas.
Domingo, 2 de abril, o xeque Ahmed al Tayyib, Grande Imã de al Azhar, expressou as mesmas solicitações durante o encontro com uma delegação guiada por Peter Thompson, atual Presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas. Naquela ocasião, o xeque al Tayyib reconheceu que o diálogo inter-religioso não é por si só suficiente para combater a expansão do terrorismo se não for acompanhado por políticas globais fundadas no princípio de justiça, e até que não acabe a exploração dos mais pobres. Al Tayyib também reivindicou os esforços realizados nos últimos anos por al Azhar para consolidar os canais de diálogo e compartilha com muitas Igrejas e instituições cristãs, a partir da Igreja Católica. Em concomitância com a visita ao Egito do Papa Francisco, programada nos dias 28 e 29 de abril, o Bispo de Roma e o Grande Imã vão proferir um discurso aos participantes de uma Conferência internacional sobre a paz, organizada sob o patrocínio da Universidade de al Azhar. (GV) (Agência Fides 4/4/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network