AMÉRICA/MÉXICO - Em 2017, 200 homicídios em Tijuana: Dom Moreno pede um plano para deter a violência

Quarta, 15 Março 2017
Em 2017, já foram cometidos 200 homicídios em Tiju

Em 2017, já foram cometidos 200 homicídios em Tijuana

Tijuana (Agência Fides) - “A violência em Tijuana não para, aliás aumenta a cada dia e parece que a insegurança afeta todo o país. As autoridades de Baja Califórnia Norte devem enfrentar esta realidade triste”, disse o Arcebispo de Tijuana, Dom Francisco Moreno Barron, encontrando a imprensa em 13 de março para a apresentação da marcha a favor da vida e dos migrantes, que se realizará no próximo domingo, 19 de março.
Até agora, neste ano de 2017, foram cometidos mais de 200 homicídios em Tijuana, ligados ao crime organizado ou ao narcotráfico. Durante o último fim de semana, nove pessoas foram justiçadas em várias partes da cidade. Num caso, os assassinos invadiram uma casa na parte norte e mataram a sangue frio três mulheres e dois homens.
“A mesma coisa acontece na cidade, acontece também nos Estados de Guerrero e Michoacan. Penso que temos a responsabilidade de enfrentar esta realidade triste que está nos envolvendo”, reiterou Dom Moreno sublinhando que é urgente que as autoridades de Baja Califórnia estabeleçam uma coordenação e um programa eficaz para promover a segurança da comunidade. Isto significa pedir aos cidadãos para colaborar no âmbito de um plano sério e responsável para iniciar a reduzir a violência. “Não obstante as autoridades civis não tenham todas as respostas e todos os recursos ou uma varinha mágica para resolver a situação, se trata de um dever de todos os cidadãos. Acredito que somos todos chamados a colaborar pela paz”, concluiu o bispo. (CE) (Agência Fides, 15/03/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network