AMÉRICA/VENEZUELA - Crianças em busca de alimento com os pais, aumenta a evasão escolar

Quarta, 1 Março 2017 fome  

Daniel Rodriguez

Caracas (Agência Fides) – A evasão escolar é uma das consequências da crise venezuelana. Estima-se que entre 2005 e 2015, 141.823 alunos do ensino fundamental e médio do país tenham abandonado os estudos, segundo o Ministério da educação. O absenteísmo das escolas se incrementou desde o início do ano passado. As crianças não estão indo às aulas para acompanhar seus pais nas longas filas para comprar gêneros alimentares nos supermercados. Segundo um estudo local, 30% dos alunos de 70 escolas do estado de Miranda faltavam às aulas uma ou duas vezes por semana, por esta razão. Uma causa ainda mais dramática da evasão escolar é o fato que muitas crianças são obrigadas a trabalhar para ajudar suas famílias nas despesas. A crise se acentuou em junho de 2016 quando a evasão escolar chegou ao seu máximo histórico, com 51%, isto mais de 3 mil crianças, em 173 escolas. Mais da metade estavam envolvidos na busca frenética de comida e a maior parte declarou ter o receio de não comer em casa. (AP) (1/3/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network