ÁSIA/TERRA SANTA - Embaixador da Palestina: a Santa Sé fará uma “doação considerável” para as restaurações do Santo Sepulcro e da Natividade

Terça, 28 Fevereiro 2017 lugares santos  

Ambasciata di Palestina presso la Santa Sede

Roma (Agência Fides) – A Santa Sé oferecerá uma “doação substanciosa” para contribuir nas obras de restauro em ato na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém, e na Basílica da Natividade, em Belém. É o que confirma à Agência Fides o diplomata Issa Amil Kassissieh, Embaixador do Estado da Palestina junto à Santa Sé .
A intenção da Santa Sé foi confirmada ao Embaixador pelo Cardeal Leonardo Sandri, Prefeito da Congregação para as Igrejas Orientais, durante um encontro realizado no Vaticano na segunda-feira, 27 de fevereiro. “Os frades franciscanos da Custódia da Terra Santa”, refere à Agência Fides o Embaixador palestino, “divulgarão uma declaração em que anunciarão a quantia da doação e o mecanismo com a qual será efetuada. Desde já, em nome do Presidente do Estado da Palestina, Mahmud Abbas, e do povo palestino, agradeci à Santa Sé pelo empenho feito em prol da justiça e da paz na Terra Santa e dos locais onde nasceu e foi crucificado Nosso Senhor Jesus Cristo”.
A restauração da Basílica da Natividade, em Belém, teve início em 2013 e envolve a colaboração de três comunidades religiosas (greco-ortodoxos, armênios e franciscanos da Custódia) que têm específicos direitos e propriedade sobre a igreja, regulamentadas pelo Status Quo.
Os trabalhos da Edícula do Santo Sepulcro começaram em 8 de maio de 2016. Também no Santo Sepulcro, o projeto de requalificação, com um custo de 3,3 milhões de dólares, recebeu o apoio da Igreja Católica, da Igreja greco-ortodoxa e da Igreja armênia apostólica. Em abril de 2016, o Rei da Jordânia Abdallah II já havia enviado sob forma de “beneficência real” (Makruma) uma consistente doação pessoal a favor do projeto. Em outubro passado, também o Presidente palestino Mahmud Abbas ofereceu a título de “contribuição pessoal” uma doação para apoiar a obra de restauração da Edícula do Santo Sepulcro (veja Fides 18/10/2017). A Custódia franciscana da Terra Santa, através dos seus canais oficiais, fornece periodicamente as atualizações sobre o avanço dos trabalhos. (GV) (Agência Fides 28/2/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network