AFRICA/R.D.CONGO - Una catechista consacrata “diaconessa delle missioni” dal Patriarca greco ortodosso di Alessandria

Quinta, 23 Fevereiro 2017 animação missionária   mulher   igrejas orientais  

Kolwezi (Agência Fides) - O Patriarca Theodoros II, Primaz da Igreja greco-ortodoxa de Alexandria e de toda a África, consagrou como “diaconisa das missões” da Metropolia de Katanga, a catequista Theano, na conclusão da divina liturgia na festividade de São Teodoro, celebrada no último dia 17 de fevereiro no Centro missionário de Kolwezi (República Democrática do Congo). É o que informam fontes oficiais do Patriarcado reco-ortodoxo de Alexandria e de toda a África, consultadas pela Agência Fides. Na mesma circunstância, o Patriarca Theodoros também confiou a três religiosas e dois catequistas um especial mandato eclesial para apoiar o trabalho apostólico da comunidade local, principalmente na administração dos sacramentos do batismo e do matrimônio.
São os primeiros ministérios eclesiais deste tipo atribuídos pelo Patriarcado greco-ortodoxo de Alexandria, a serviço da missão apostólica no Continente africano.
O Sínodo do Patriarcado greco-ortodoxo de Alexandria e de toda a África havia decidido recuperar a instituição do diaconato feminino durante a Assembleia sinodal realizado na Alexandria do Egito de 15 a 17 de novembro de 2016, sob a presidência do Patriarca Theodoros II. Naquela ocasião, foi constituída uma comissão de Bispos “para um exame aprofundado na questão”. Em palestra para a Assembleia sinodal, o Metropolita Gregórios, de Camarões, expôs o papel potencial das diaconisas na obra missionária. No comunicado final, recebido pela Agência Fides, os membros do Sínodo do Patriarcado greco-ortodoxo de Alexandria sublinharam que “as diferentes abordagens aos problemas da vida da Igreja não são para nós desvios da vida ortodoxa, mas representam a adaptação à realidade africana”.
A discussão sobre a eventual retomada da ordenação diaconal feminina e sobre o potencial papel das diaconisas nas atividades pastorais e na animação missionária está aberto há muito tempo no âmbito das instituições teológicas da Ortodoxia da Calcedônia.
Papa Francisco, em agosto passado, instituiu uma comissão de estudo sobre o diaconato feminino, presidida pelo Arcebispo jesuíta Luis Francisco Ladaria Ferrer, secretário da Congregação para a Doutrina da Fé. “A meu ver”, declarou o Arcebispo em novembro de 2016 a ‘Ancora online’, “o Papa, neste momento, quer fazer um estudo objetivo, não para chegar a uma decisão, mas para estudar como eram as coisas nos primeiros tempos da Igreja”. (GV) (Agência Fides 23/2/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network