AMÉRICA/ESTADOS UNIDOS - “Ânsia e medo nas crianças”. Aumenta a tensão entre os migrantes. O testemunho de Dom Gomez

Sábado, 18 Fevereiro 2017 política   migrantes  

vanguardiadelpueblo.do

Ânsia e medo nas crianças", aumenta a tensão entre os migrantes

Modesto (Agência Fides) – “Para compreender o impacto das ‘blitz’ realizadas pela polícia de fronteira dos Estados Unidos em mais de 60 comunidades em todo o país somente neste início de fevereiro, é suficiente ouvir as crianças. Não querem mais ir à escola, pensando que seus pais podem ser levados embora durante a sua ausência”, afirma o Arcebispo José Gomez da Arquidiocese de Los Angeles, vice presidente da Conferência estadunidense dos Bispos Católicos no U.S. Regional World Meeting of Popular Movements na Central Catholic High School de Modesto Norte Califórnia.
"Temos crianças na Dolores Mission", conta Ellie Hidalgo, responsável pela pastoral social da paróquia, “se seus pais chegam em casa atrasados do trabalho, ficam logo ansiosos. A situação está ficando muito tensa e confusa, segundo continua a relatar Hidalgo na nota recebida pela Fides: "E se os pais não voltarem para casa, para onde irão estas crianças? Nas paróquias e clínicas em todo o país neste momento, estamos oferecendo de informação para ajudar as pessoas sem documentos, para que conheçam seus direitos e como proceder se os oficiais do Immigration and Customs se apresentarem em suas casas. Por exemplo, os agentes não podem entrar se a porta não for aberta, o programa para os menores, e quem deve tomar conta da criança no caso alguma coisa aconteça”, explica a Sra. Hidalgo, “é preciso assinalar suas alergias, os números de telefone dos médicos e da assistência de saúde”.
“Além disso, é sempre necessário um documento assinado, uma procuração, para conceder o poder a alguém, e é oportuno tê-la à mão”, diz a Sra. Hidalgo, "Pode não ser necessário, mas no clima atual, é melhor prevenir. Um dos nossos maiores medos, explica, é quando não existe a procuração, porque a criança pode acabar indo para o sistema de adoção. Esta é uma real possibilidade”.
O encontro dos Movimentos Populares promovido pelo Vaticano foi programado antes da vitória de Trump e uma das principais preocupações é a situação de muitos migrantes sem documentos.
(CE) (Agência Fides, 18/02/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network