AMÉRICA/VENEZUELA - Crianças da Península de La Guajira obrigadas a deixar a escola para sobreviver com a venda de combustível

Quarta, 15 Fevereiro 2017 pobreza  

Internet

Maracaibo (Agência Fides) - Na península venezuelana de La Guajira o contrabando de combustível é uma alternativa para sobreviver que envolve principalmente as crianças. A partir das 8h da manhã, milhares de crianças abastecem o maior número de carros possíveis. No confim, os preços da gasolina são muito elevados. Encher o tanque de um carro na Venezuela custa pouco mais de 1 dólar. Na Colômbia, 28 dólares. Consequentemente, numa terra como La Guajira onde, por causa das temperaturas elevadas, não funcionam nem a agricultura, nem o pastoreio, este mercado é o ganha-pão. No confim com a Colômbia, em particular na parte vizinha a La Guajira, no Estado de Zulia, é evidente a passagem de combustível, assim como a venda dentro do mesmo território venezuelano. Não obstante o aumento, o custo da gasolina na Venezuela continua sendo o mais baixo do mundo. Desde dezembro de 2016, no confim, o carburante é vendido a preços internacionais para evitar contrabando. Todavia, continua sendo um business rentável que envolve muitas crianças que, para sobreviver, abandonam a escola numa terra onde não existem muitas opções para o futuro, num país onde a crise econômica afeta a demanda de uma das necessidades vitais do ser humano: a alimentação. (AP) (15/2/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network