ÁFRICA/MALI - Religiosa sequestrada: “Nenhum sinal dos sequestradores, mas não perdemos as esperanças”

Sexta, 10 Fevereiro 2017 missionários  

Bamako (Agência Fides) - “Ainda não recebemos reivindicações nem pedidos de resgate, enquanto as autoridades mantêm a discrição”, diz pe. Edmond Dembele, Secretário geral da Conferência Episcopal de Mali, que informa a Agência Fides sobre o inquérito a respeito do sequestro de irmã Cecilia Narváez Argoti, religiosa de nacionalidade colombiana da Congregação das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada sequestrada em Karangasso, no sul de Mali (veja Fides 8/2/2017). “Estamos em uma situação de espera, mas temos esperanças porque continuamos a receber mensagens tranquilizantes de fiéis e outras pessoas do local que nos fazem esperar na sorte de irmã Cecilia”.
Pe. Dembele acrescenta alguns detalhes sobre as circunstâncias do sequestro. “Os sequestradores chegaram na noite de 7 de fevereiro em moto, em um lugar deserto, pouco distante da aldeia onde se encontrava a religiosa com suas irmãs. Prosseguiram a pé para não chamar a atenção, invadiram o centro missionário, roubando dinheiro e equipamento informático. Depois de levar a irmã, fugiram com a ambulância do posto médico, para pegar a moto com a qual fugir. A ambulância foi deixada no local, com os computadores roubados”. (L.M.) (Agência Fides 10/2/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network