ÁFRICA/REPÚBLICA CENTRO-AFRICANA - 18 mortos no ataque a Bocaranga; depredada também uma missão católica

Segunda, 6 Fevereiro 2017 grupos armados   violência   missionários  

Bangui (Agência Fides) – Atacada a missão capuchinha de Bocaranga, pequena cidade de 15.000 habitantes no noroeste da República Centro-africana. Fontes missionárias informam à Fides que na madrugada de 2 de fevereiro, por volta das 5h45, pelo menos 3 grupos de rebeldes, num total de sessenta pessoas aproximadamente, atacaram a cidade, atirando e amedrontando a população.
Seriam membros do grupo 3R (“Retour, Réclamation et Réhabilitation”) formado por pastores Peuls, “uma rebelião que levou ao deslocamento de mais de 30 mil pessoas somente em nossa região”. O tiroteio durou cerca de 4 horas, enquanto os rebeldes saqueavam lojas (pelo menos 35), diversas casas e as sedes locais de duas ONGs, o Conselho Dinamarquês para Refugiados (DRC) e o IRC (International Rescue Committee).
Os rebeldes forçaram as portas da missão capuchinha, aonde estavam abrigadas mais de vinte pessoas, e levaram computadores, dinheiro e uma moto. As Irmãs da Caridade conseguiram se refugiar em sua missão, com cerca de 200 mulheres e crianças.
No final do ataque, contaram-se 18 mortos, por tiros ou degolados, enquanto numerosos feridos foram transportados aos hospitais da região.
“Como podem sessenta pessoas terrorizar uma pequena cidade de 15 mil moradores, além dos refugiados? Aonde encontram armas, e por que motivo, para obter o quê?” perguntam-se os missionários. (L.M.) (Agência Fides 6/2/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network