AMÉRICA/PERU - Bispo de Chimbote pede que se amplie o inquérito sobre a corrupção

Sexta, 3 Fevereiro 2017 corrupção   política  

Dom Angel Francisco Simon Piorno

Chimbote (Agência Fides) – O Bispo da diocese peruana de Chimbote, Dom Angel Francisco Simon Piorno, falando com jornalistas ontem, lamentou o escândalo emerso na sede do Governo da região de Ancash (GRA): uma empresária foi denunciada com a suspeita de ter corrompido funcionários para acelerar a elaboração de processos. O Bispo pediu ao ministério público e à magistratura que conduzam “um profundo inquérito sobre esta denúncia, pois “os olhos da população estão acompanhando o episódio”. O Bispo de Chimbote dedicou palavras de condenação também ao fato que uma mulher de negócios tenha aceito pagar uma propina para ser favorecida e auspiciou que esta mulher também seja incluída no inquérito.
"Não apenas quem pede dinheiro, mas também quem recebe e quem paga devem ser punidos” disse o Bispo, que concluiu: “Os juízes devem ir até o fim em defesa da sociedade; os ministérios públicos devem acusar quem comete reatos”. A nota enviada à Fides por uma fonte do norte do Peru nota que o país continua a viver em crescente desconfiança nas últimas semanas com o caso Odebrecht, denunciado pela Conferência Episcopal Peruana e que ainda não se conclui, ao contrário, parece envolver altos políticos sul-americanos (veja Fides 20/01/2017).
(CE) (Agência Fides, 03/02/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network