ÁFRICA/SOMÁLIA - Dois ataques dos Shabaab em poucos dias contra as forças de segurança do Quênia

Quinta, 2 Fevereiro 2017 grupos armados  

Mogadíscio (Agência Fides) – Em 31 de janeiro, os milicianos somalis da Al Shabaab atacaram um posto policial na pequena cidade de Mandera, próxima da fronteira entre os dois países, matando um número indefinido de policiais quenianos. Em 27 de janeiro, os Shebaab atacaram o campo fortificado do exército queniano Kulbiyow, em território somali, no confim entre os dois países. Segundo as autoridades de Nairóbi, o ataque causou a morte de nove militares quenianos e diversos agressores.
O campo era protegido por 120 soldados enquanto o grupo de atacantes tinha mais de 500 pessoas. O ataque foi perpetrado em três tempos sucessivos. No primeiro, com jovens sem experiência, somalis recrutados à força e talvez alguns quenianos, atacaram os soldados quenianos logo após a explosão de dois carros-bomba na entrada do campo militar. Após esta ação, que causou perdas mais graves dentre os atacantes, sucederam-se duas outras, formadas por combatentes mais experientes somalis e estrangeiros. Na terceira série, fotógrafos documentaram a conquista de tanques em dotação das forças quenianas. Depois de saquear algumas dotações militares, os Shabaab se retiraram antes da chegada de reforços. (L.M.) (Agência Fides 2/2/2017)




Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network