AMÉRICA/CHILE - Solidariedade também dos detentos em prol das famílias vítimas de incêndios

Quinta, 2 Fevereiro 2017 solidariedade   presos  
Incêndios na parte central e no sul do Chile

Incêndios na parte central e no sul do Chile

Rancagua (Agência Fides) - Continua crescendo a solidariedade com as famílias das vítimas dos incêndios verificados na parte central e no sul do Chile, que deixaram 11 mortos e 3.782 desabrigados. Nos últimos dias, um grupo de sacerdotes católicos da região de O'Higgins se encontrou com o Bispo da Diocese de Rancagua, Dom Alejandro Goic, e os representantes da Caritas-Chile para coordenar a ajuda e organizar uma campanha semelhante à que foi feita para o terremoto que atingiu o país há pouco tempo.
Segundo informações enviadas a Fides, Dom. Goic definiu o fato como uma “tragédia nacional” e pediu a solidariedade de todos os chilenos, pois se trata de uma emergência. Pe. Andrés Moro, responsável da Pastoral Social-Caritas, recordou que “em todo o Chile há mais de mil paróquias. Portanto, podemos ajudar os nossos irmãos que sofreram”.
A mobilização de ajuda vem de muitos grupos, um deles é da prisão de Rancagua, onde, guiado pelo responsável da Igreja Evangélica, um grupo de detentos que realiza trabalho social, conseguiu doar um caminhão de garrafas de água para as famílias vítimas dos incêndios, ação que a igreja evangélica de Rancagua pediu para imitar em outros centros evangélicos do país. (CE) (Agência Fides, 02/02/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network