AMÉRICA/EL SALVADOR - “A violência não é a solução ao problema das gangues” reflete Dom Rosa Chávez

Segunda, 23 Janeiro 2017 violência   direitos humanos   presos   grupos armados  
Dom Gregório Rosa Chavez

Dom Gregório Rosa Chavez

San Salvador (Agência Fides) - O bispo auxiliar de San Salvador, Dom Gregório Rosa Chávez, expressou ontem na coletiva de imprensa habitual do domingo, sua preocupação pelas controvérsias entre as principais forças políticas em El Salvador, depois que o partido ARENA decidiu abandonar a mesa de diálogo com o Governo. A decisão foi anunciada há tempo: ARENA tinha, de fato, advertido que, se o balanço nacional 2017 tivesse sido aprovado e subfinanciado, ele teria se retirado do diálogo proposto com objetivo de alcançar acordos com o Governo.
Dom Rosa Chávez também voltou sobre a necessidade de soluções relacionadas ao tema das gangues presentes no país: “A violência não é a solução, o fogo não se apaga, colocando mais gasolina”, disse o Bispo. “O problema das gangues é real. A desconfiança é normal, mas algo deve ser feito, porque o problema está causando a cada dia angústia e vítimas entre a população”, disse ele. “Nestes dias se ouve alar a linguagem das armas, eis porque continuam os mortos a cada dia”, frisou. Segundo a imprensa local, os membros de gangues são cerca de 70 mil e cerca de 16 mil estão na prisão com medidas extremas de segurança para evitar que continuem perpetrando outros crimes. (CE) (Agência Fides, 23/01/2017)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network