AMÉRICA/EQUADOR - Fundações engajadas na erradicação do trabalho infantil

Quinta, 12 Janeiro 2017 trabalho infantil  

Internet

Quito (Agência Fides) – Os projetos Dom Bosco e dos Salesianos, identificados como fundações, apoiam no Equador as famílias atípicas, nas quais as crianças são obrigadas a trabalhar. Em 2016, em Tungurahua, 200 pequenos foram acolhidos no refeitório do Projeto Dom Bosco, que teve o apoio econômico do Município de Ambato. Os Salesianos, junto com o Ministério para a Inclusão Econômica e Social (MIES), assistiram 32 menores pertencentes a famílias de Pessoas Privadas de Liberdade (PPL), 180 crianças do programa de Erradicação do Trabalho Infantil (ETI) e 20 crianças e adolescentes de alguns institutos. Em 2001, segundo resultados de um estudo sobre o trabalho infantil realizado pelo UNICEF e o Instituto Nacional de Estatística e Recenseamento (INEC), o índice de adolescentes trabalhadores entre 5 e 17 anos era de 20,7%, e em 2013 caiu para 4,9%.
(AP) (12/1/2017 Agência Fides)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network