ÁSIA/IRAQUE - Autoridades civis: cristãos, voltem a Bassora

Segunda, 2 Janeiro 2017 igrejas orientais   peregrinações   jihadistas  

SaintAdday.org

Bassora (Agência Fides) - As celebrações de início do novo ano de 2017 forneceram às autoridades civis da província de Bassora a oportunidade de difundir muitas mensagens e sinais de atenção em relação aos cristãos. Em particular, o presidente do conselho provincial de Bassora, Khalaf Abdul Samad, visitando uma igreja armênia de Bassora manifestou a intenção de oferecer um apoio consistente à reestruturação e recuperação das igrejas, expressando em nome das autoridades locais o convite aos cristãos imigrantes iraquianos de retornar à sua terra de origem, em especial nas áreas libertadas do controle dos jihadistas.
Também em Bassora, 590 km ao sul de Bagdá, a população cristã - que há um tempo representou uma componente significativa da classe mercantil da cidade iraquiana - diminuiu drasticamente nas últimas décadas. Atualmente, os batizados que vivem em Bassora são algumas centenas, enquanto na cidade, antes da guerra Irã-Iraque, residiam cerca de 2.500 famílias cristãs.
Em abril passado, passou pela cidade iraquiana a maior peregrinação cristã realizada por cristãos nos últimos anos. Cerca de 200 caldeus foram de Bagdá até Ur, localidade histórica da baixa Mesopotâmia, atualmente no estado iraquiano de Dhi Quar, geralmente identificada como local de nascimento do Patriarca Abraão, pai de todos os crentes. Liderados pelo Bispo caldeu Basilio Yaldo e por sete sacerdotes, os cristãos pertencentes a diversas comunidades e paróquias de Bagdá viveram aquela peregrinação como um momento forte no espírito do Ano da Misericórdia. (GV) (Agência Fides 2/1/2017).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network