ÁSIA/PAQUISTÃO - Festa e instrução para os filhos dos cônjuges cristãos queimados vivos por blasfêmia

Segunda, 2 Janeiro 2017 blasfêmia   violência   minorias religiosas   islã  

Lahore (Agência Fides) - Suleiman, Sonia e Poonam, os filhos de Shama e Shahzad Masih, os dois cônjuges cristãos paquistaneses massacrados e queimados vivos por suposta blasfêmia em novembro de 2014, celebraram as festas de Natal e Ano Novo serenamente, graças aos voluntários da "Cecil Chaudhry & Iris Foundation" , guiada pela católica Michelle Chaudhry, que trabalha para garantir a educação aos três órfãos.
Os três são filhos de Shama e Shahzad, assassinados cerca de dois anos atrás em Kot Radha Kishan, no distrito de Kasur, no Punjab paquistanês. Desde então, "Cecil Chaudhry & Iris Foundation" assumiu a responsabilidade de educar essas crianças, financiando suas despesas de instrução, como taxas escolares, livros, uniformes, custos das atividades extracurriculares, excursões, transportes, oferecendo também uma bolsa de estudos ao avô das crianças, com quem elas vivem atualmente. Como apurado por Fides, Suleiman e Sonia estudam numa escola católica de freiras em Lahore e ambas as crianças se inseriram muito bem na escola. O diretor e os funcionários estão extremamente felizes com seus progressos. A menor, Poonam, atualmente na pré-escola, se unirá aos irmãos em março de 2017.
Michelle Chaudhry, presidente da Fundação, declarou a Fides: "Nos dá um imenso prazer ver essas crianças bem adaptadas; estão felizes, seguras de si e serenas e com um bom rendimento escolar.
Estamos felizes de fazer parte de suas vidas e estamos fazendo todo o possível para fornecer a estas crianças um ambiente de vida saudável e seguro, que realmente merecem. "Durante as festividades, as crianças receberam presentes e doces de Natal: "Elas realmente se divertiram e foram, como sempre, fascinadas pela árvore de Natal", disse Chaudhry.
A fundação que preside é uma organização independente sem fins lucrativos, comprometida a desarraigar a injustiça na sociedade, promovendo os grupos desfavorecidos, vulneráveis e marginalizados dentro do Paquistão. (PA) (Agência Fides 2/1/2017)




Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network