ÁSIA/TURQUIA - Patriarca Ecumênico Bartolomeu: Que 2017 seja o Ano da Sacralidade da Infância

Sexta, 23 Dezembro 2016

Istambul (Agência Fides) - O Patriarca Ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu I, Primus inter pares entre os primazes das Igrejas Ortodoxas, decidiu proclamar 2017 como o Ano da Sacralidade da Infância. É o que refere o próprio patriarca na mensagem divulgada por ocasião do Natal 2016.
A preocupação em particular pelas crianças expressa pelo Patriarca Ecumênico em sua mensagem natalina começa pela contemplação do mistério do nascimento de Jesus: "A festa do Verbo de Deus, que se tornou um recém-nascido, Jesus Menino, que as autoridades do mundo queriam eliminar, de acordo com o evangelista Mateus”, lê-se na mensagem patriarcal, enviada à Agência Fides, "é para nós um lembrete e um convite a cuidar das crianças, a proteger estas vítimas vulneráveis e a respeitar a sacralidade da infância".
“Os meninos e as meninas de hoje - enfatiza o Patriarca - não são apenas vítimas das guerras e migrações forçadas, mas são ameaçados, também nos países economicamente desenvolvidos e politicamente estáveis do mundo”, tanto pela crise do matrimônio e da família, quanto pelas muitas formas de violência física ou espiritual”. "A alma de uma criança", escreve Bartolomeu, "é manipulada através do consumo pesado de meios eletrônicos, especialmente a televisão e a internet". A economia consumista "as transforma desde cedo em consumidores, enquanto a busca do prazer faz desaparecer rapidamente a sua inocência".
Na sua Carta natalina, o Patriarca ecumênico propõe as frases do Evangelho em que se condensam o amor e a predileção de Jesus pelas crianças: “A nossa santíssima Igreja”, escreve Bartolomeu, “propõe as palavras de nosso Senhor: 'Se não se converterem e não se tornarem crianças, não entrarão no reino dos céus’, e ‘quem não acolhe o reino de Deus como uma criança, não entrará nele'”.
Todo o mistério do Natal, segundo o Patriarca, é sintetizado nas palavras do Kontakion (hino) de festa: "um novo menino nasceu para nós, Deus nos primórdios de todos os tempos". Deus se revela ao mundo com "coração puro e a simplicidade de um menino”. As crianças compreendem verdades que passam despercebidas às pessoas sábias. Na sua mensagem, o Patriarca cita também o poeta grego Odisseas Elytis: "Pode-se construir Jerusalém somente com as crianças!". (GV) (Agência Fides 23/12/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network