ÁSIA/ISRAEL - 170 mil cristãos em Israel. Índices de crescimento mais baixos em relação a judeus e muçulmanos

Quinta, 22 Dezembro 2016 igrejas locais   demografia   minorias religiosas  

ifamericanknows.org

Jerusalém (Agência Fides) – Nas vésperas do Natal, o Departamento central de estatística de Israel forneceu dados sobre os cidadãos israelenses de fé cristã, que oferecem uma contribuição significativa quanto à condição e aos índices de crescimento das comunidades cristãs no Estado Judaico. Atualmente – referem as fontes oficiais consultadas pela Agência Fides, os cidadãos de Israel – segundo dados atualizados no final de 2015 - são 170.000, o que corresponde a 2% da população. 78,9% dos cidadãos cristãos em Israel são árabes. Os outros são cristãos imigrados em Israel com os parentes nos anos passados, e reconhecidos como cidadãos israelenses graças à “Lei do Regresso”. Boa parte deste último grupo é representada pelos imigrantes que chegaram a Israel provenientes da ex-União Soviética durante a década de 90 do século passado.
Em relação aos dados publicados precedentemente, o crescimento cristão no seu conjunto corresponde a 1,5% e é mais baixo em relação ao crescimento registrado na população judaica (1,9%) e naquela muçulmana (2,4%). Também a composição por idade da população cristã denota uma tendência ao envelhecimento: entre a população cristã, a porcentagem de jovens até 19 anos é de 28,2%, inferior àquela que se registra entre a população judaica (34,3%) e entre a população muçulmana (46,9%). Entre os cristãos, a porcentagem dos cidadãos acima dos 65 anos alcança 11,0%, em relação a 13,0% que se registra entre os judeus e a 3,8% que se registra entre os muçulmanos.
Entre os homens cristãos, a idade média no primeiro matrimônio em 2014 era de 29,4 anos, enquanto entre as esposas cristãs era de 25,2 anos. Em 2015, das mulheres cristãs nasceram 2.669 crianças (das quais 74% de mulheres cristãs árabes). Entre as famílias cristãs, o número médio de filhos até 17 anos é de 1,9, cifra mais baixa em relação às famílias judias (2.3) e entre as famílias muçulmanas (2.8). As cidades onde, com dados atualizados no final de 2015, se registra a presença de um maior número de cristãos são Nazaré (cerca de 22.300), Haifa (15.300), Jerusalém (12.400). (GV) (Agência Fides 22/12/216).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network