ÁSIA/PAQUISTÃO - Cristãos celebram o aniversário do Profeta, os muçulmanos, o Natal

Quarta, 21 Dezembro 2016 islã   blasfêmia   fundamentalismo religioso   minorias religiosas   liberdade religiosa   direitos humanos  

Os dois cônjuges cristãos mortos por uma presumível blasfêmia

Lahore (Agência Fides) – O diálogo e as boas relações islâmico-cristãs se constroem também com a recíproca participação nas festas principais das respectivas religiões. Assim, os franciscanos de Lahore comemoraram o aniversário do profeta Maomé em uma celebração inter-religiosa realizada em Lahore, diante de lideranças religiosas e fiéis muçulmanos e, para a ocasião, os membros das duas comunidades se felicitaram pelo Natal, como informa à Fides o pe. Victor Sawera OFM, organizador do evento.
“Lemos trechos da Bíblia e do Alcorão. Alguns religiosos islâmicos ofereceram a oração vespertina na capela do centro franciscano. Estavam presentes vários imames, como Syed Abdul Khabir Azad, imame da Mesquita real de Lahore, que participaram da celebração do aniversário do profeta em uma casa cristã: isto pode ser um exemplo para todos os cidadãos do Paquistão”, diz à Fides pe. Sawera, destacando que “o diálogo inter-religioso e a promoção da paz e da harmonia estão no DNA da espiritualidade franciscana e são hoje indispensáveis”, reiterando “a urgência de trabalhar mais para a construção da paz e a harmonia entre nações e religiões. Para nós, franciscanos, ser pontes de paz é uma vocação”, concluiu.
O mesmo espírito foi sentido na celebração natalina proposta nos dias passados pela Embaixada do Paquistão em Roma: o embaixador Nadeem Riyyaz, da República islâmica do Paquistão na Itália, hospedou a celebração da qual participaram seminaristas paquistaneses, religiosas e sacerdotes que estudam em Roma, assim como os membros dos conselhos gerais das congregações religiosas que têm casas ou missões no Paquistão.
Segundo Fides, durante a festa, acompanhada por músicas natalinas em urdu, punjabi, italiano e inglês, Pe. Robert McCulloch, Procurador-Geral da Sociedade Missionária de São Columbano, agradeceu ao embaixador Riyyaz por hospedar a festa de Natal, estendendo seus melhores votos para a ocasião de Eid-e-Milad-ul-Nabi, aniversário do Profeta Muhammad. O Natal é celebrado na Embaixada do Paquistão na Itália pelo quinto ano consecutivo: a tradição foi iniciada pelo Embaixador Tehmina Janjua, atualmente em serviço diplomático na ONU em Genebra, com a intenção de trabalhar para a harmonia religiosa. Ambos embaixadores receberam sua formação em escolas católicas no Paquistão. (PA) (Agência Fides 21/12/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network