AMÉRICA/NICARÁGUA - Mais protestos contra o canal interoceânico: a polícia dispersa os manifestantes

Quarta, 30 Novembro 2016 direitos humanos   indígenas   meio ambiente  
Protestos contra o canal interoceânico

internet

Protestos contra o canal interoceânico

Manágua (Agência Fides) - A Polícia dispersou com balas de borracha e gás centenas de camponeses provenientes do sul da Nicarágua que procuravam alcançar a capital esta noite para participar de uma manifestação contra a construção do canal interoceânico. Foi o que disseram os líderes dos movimentos camponeses. “Existem muitos feridos”, disse aos jornalistas, sem especificar o número, a advogada Monica Lopez, responsável pela fundação ‘Popol Nah’, que apoia a luta dos camponeses que seriam expulsos de suas terras para a construção do canal.
Dom Silvio Baez, Bispo Auxiliar de Manágua, na mensagem enviada a Fides pede “liberdade para a manifestação dos camponeses” e anexa também a mensagem da líder camponesa Francisca Ramírez que recorda o artigo 54 da constituição política sobre o direito à mobilização.
Os manifestantes chegaram num comboio de caminhões da Nova Guiné, cerca de 300 km ao sudeste de Manágua. A Nova Guiné é uma área de montanha no centro do país, onde deveria passar o canal interoceânico de 278 quilômetros, cuja construção o Governo confiou à sociedade chinesa HKND. (CE) (Agência Fides, 30/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network