ASIA/TURQUIA - Parlamentar armênia apresenta debate no congresso sobre as expulsões de pastores evangélicos

Quarta, 30 Novembro 2016 minorias religiosas  

asbarez.com

Ankara (Agência Fides) - A parlamentar de origem armênia Selina Ozuzun Dogan, pertencente ao Patido Popular republicano (Cumhuriyet Halk Partisi, CHP, formação política de oposição, de tradição laica kemalista), pediu ao ministro do interior turco Süleyman Soylu um debate parlamentar sobre as autênticas razões que, depois do fracassado golpe de 15 de julho, levaram às causas de expulsão de alguns pastores das comunidades evangélicas residentes há longo tempo na Turquia. Dentre eles estão Ryan Keating, antes morador em Ankara, e Patrick Jansen, que residia em Gaziantep, ambos expulsos por causa de “atividades contrárias à segurança nacional”. Pelo mesmo motivo, foi emitido um decreto de expulsão a Andrew Craig Brunson, responsável pela igreja protestante de Smirne (Izmir Diriliş Kilisesi, igreja da Ressurreição), e de sua esposa, Lyn Norine. Desde meados de outubro o casal está retido no centro de expulsão em Harmandali.
Segundo a parlamentar do CHP, o governo turco expulsa pastores evangélicos de nacionalidade estadunidense como medida de represália contra a não extradição de Fethullah Gülen, o pregador islâmico expatriado aos EUA em 1999 e acusado pela Turquia de ser o inspirador do fracassado golpe de Estado de 15 de julho. No debate proposto ao ministro do interior turco, Selina Ozuzun Dogan (um dos primeiros membros armênios do Parlamento nas últimas décadas) pediu que se esclarecesse quais seriam as “atividades em contraste com a segurança nacional” que servem como motivo para as expulsão de pastores evangélicos. (GV) (Agência Fides 30/11/2016).


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network