OCEANIA/PAPUA NOVA GUINÉ - Cinquenta anos do Evangelho em Lae

Quarta, 30 Novembro 2016 igrejas locais   animação missionária   evangelização   institutos missionários   instrução  
Um momento da celebração em Lae

B.N.

Um momento da celebração em Lae

Lae (Agência Fides) - Cinquenta anos atrás o Evangelho se arraigou em Lae, capital da Província de Morobe. Segundo Fides, fiéis católicos, demais cristãos e de outras religiões celebraram o aniversário numa cerimônia solene em que o Núncio Apostólico na Papua Nova Guiné e Ilhas Salomão, o Arcebispo Kurian Matthew Vayalunkal, junto com bispos e sacerdotes celebraram a santa missa para invocar a bênção do Senhor sobre a diocese e agradecer aos missionários pelos frutos de seu trabalho na província de Morobe.
“Estamos aqui reunidos” - disse na assembleia que se reuniu nos dias passados na Escola Santa Maria para recordar o 50º aniversário da diocese de Lae. “É a ocasião justa para recordar a história da Igreja em nosso país. Nos alegramos, damos graças a Deus, vamos em frente.”
O Bispo Christian Blouin, na liderança da comunidade de Lae, agradeceu aos “quatro missionários pioneiros da Diocese de Lae: Pe. Anthony Mulderink, um dos quatro, está aqui presente para participar desta celebração. Queremos aproveitar a ocasião para lhe agradecer e agradecer aos seus confrades, missionários de Mariannhill”, estendendo a gratidão a todas as pessoas de boa vontade, no local e além-mar. Nos primeiros anos de atividade missionária não havia os meios modernos de transporte ou de comunicação, e “os sacerdotes e as irmãs enfrentavam grandes dificuldades”, disse.
O vigário geral da diocese, Pe. Arnold Schmitt, reiterou: “O trabalho principal dos primeiros missionários foi a educação e a formação das famílias católicas. Continuamos a fazê-lo e o desempenhamos ainda hoje, lendo os sinais dos tempos. Por exemplo, acrescentou, o número crescente de meninos de rua hoje é preocupante e estamos buscando encontrar uma maneira para enfrentar este e muitos outros novos desafios”.
O nascimento da comunidade católica na província de Morobe é do tempo da busca pelo ouro, em 1927. Todavia, a circunscrição eclesiástica de Lae foi criada pelo Papa João XXIII com a criação do primeiro Vicariato apostólico em 18 de junho de 1959, confiado à congregação dos missionários de Mariannhill, que se tornou diocese em 1966. Hoje, a Diocese de Lae conta 35 mil batizados, reagrupados em 16 paróquias, guiados por 14 sacerdotes enquanto 28 são as escolas católicas a serviço da população no território diocesano. (PA-BN) (Agência Fides 30/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network