AMÉRICA/GUATEMALA - “A luta à corrupção é fundamental” denunciam os Bispos

Quinta, 10 Novembro 2016 conferências episcopais   política   igrejas locais   pobreza  

"A luta contra a corrupção é fundamental", denunciam os Bispos

Guatemala (Agência Fides) – Em comunicado intitulado “Deus ama a justiça e o direito” (Sal. 33), os Bispos da Guatemala denunciam uma “paralisação institucional” manifestada em vários modos, como o obstrucionismo entre deputados e atitudes que detêm o andamento normal da justiça, enquanto esta deveria ser ‘veloz, imparcial e alheia às forças externas’, consta no comunicado recebido pela Fides.
O documento recorda a necessidade de reforçar a democracia nos momentos difíceis, e por isso os Bispos repropõem as afirmações feitas em junho de 2015, quando publicaram um documento sobre a necessidade de democracia na defesa do bem comum e sobre a promoção da dignidade humana: “O primeiro princípio de um povo soberano é não se submeter a pressões externas ou aceitar condições para o país”.
“A luta à corrupção é fundamental, mas é necessário enquadrá-la dentro de objetivos imediatos de construção de um projeto nacional”, destacam os Bispos. “A situação sócio-política que estamos vivendo é preocupante e toca todos os guatemaltecos. Queremos uma Guatemala diferente e nos comprometemos para que a verdade do Evangelho seja a nossa maior contribuição para as mudanças sociais e éticas de que como nação estamos precisando”, conclui o texto, assinado pelo Presidente da Conferência Episcopal, Dom Rodolfo Valenzuela Núñez, Bispo da diocese de Vera Paz, datado de 6 de novembro.
No ano passado, os guatemaltecos ficaram chocados com os efeitos do processo contra um ex-ministro e outras 10 pessoas envolvidas em um caso de corrupção em altos escalões. Segundo a imprensa local, surgiram ainda outros casos de corrupção nas alfândegas e entre políticos e dirigentes bancários. (CE) (Agência Fides, 10/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network