VATICANO - Card. Filoni aos seminaristas de Lusaka: “não tenham medo de seguir Jesus”

Quarta, 9 Novembro 2016 filoni   igrejas locais   animação missionária  

Lusaka (Agência Fides) – No âmbito de sua visita pastoral à Zâmbia, o Card. Fernando Filoni, Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, dedicou a manhã de ontem, 8 de novembro, aos Seminários: presidiu a celebração eucarística no Seminário maior de Lusaka, dedicado a St. Dominic, e em seguida encontrou-se com os formadores dos três Seminários maiores (St. Dominic, St. Augustine e Emaús).
Na homilia, dedicada ao tema do serviço de Cristo, o Prefeito do Dicastério Missionário destacou: “O aspecto do serviço, querido seminaristas, deveria estar no centro de seu percurso formativo. Uma vida a serviço do Evangelho e da missão evangelizadora da Igreja é sinal da vida dos autênticos discípulos de Jesus”. Citando as palavras do Papa Francisco, o Cardeal exortou a não se limitar a ‘pequenos projetos’ ou a desejar ‘uma vida confortável e segura’, mas a oferecer corajosamente os melhores anos da própria vida, em plena disponibilidade com o próprio Bispo, a serviço dos pobres e dos marginalizados.
Para viver a vocação de serviço como sacerdotes de Jesus Cristo, ressaltou ainda o Cardeal, somos chamados a ‘um diálogo cotidiano com Cristo, encontrando-o no tabernáculo e desenvolvendo uma relação pessoal de amizade com o Senhor’, além de ser fiéis à livre escolha do celibato. “Nunca se esqueçam do que Deus fez por vocês. Tenham confiança que Ele responderá sempre às suas exigências; e não tenham medo de seguir Jesus em todo lugar aonde Ele os conduzir”, concluiu.
No encontro com os formadores dos seminaristas, depois da Missa, o Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos reiterou a importância da Exortação apostólica Evangelii Gaudium do Papa Francisco: “Devemos sempre recordar que o chamado a evangelizar provém do Evangelho e se renova continuamente em nosso encontro pessoal com Jesus. Para aqueles que se dedicam ao serviço de formadores dos futuros sacerdotes existe a séria necessidade de renovar e reforçar a própria relação com Jesus Cristo” evidenciou.
Em seguida, se deteve na vida espiritual, a ser alimentada com a oração cotidiana; e na vida moral, através da escolha do celibato, unida à ordenação sacerdotal. O cardeal também expressou sua alegria porque aumentaram os encontros de seminaristas com o Senhor presente na Eucaristia, e convidou a incentivar o conhecimento e o amor pela Palavra de Deus, “que deve estar na base da oração quotidiana”. Enfim, o Card. Filoni agradeceu os formadores em nome do Santo Padre e da Congregação para a Evangelização dos Povos, por seu serviço: “seu zelo e seus incansáveis esforços são um grande dom para a Igreja”. (SL) (Agência Fides 09/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network