AMÉRICA/COLÔMBIA - Cresce a violência no norte de Santander, a denúncia do Bispo

Quarta, 9 Novembro 2016 violência   bispos   narcotráfico   grupos armados  

Cresce a violência ao norte de Santander

Cúcuta (Agência Fides) – Cresce de hora em hora o protesto popular pelo sequestro de Maria Gloria Contreras, 61 anos, sequestrada enquanto estava em sua casa no município de Chinacota, ao norte de Santander. "O sequestro é abominável, é reprovável, é um crime grave! Gostaria de dizer uma palavra de encorajamento à família desta pessoa, pedir confiança nas autoridades e esperar que em breve seja libertada", disse o Bispo da diocese de Cúcuta, Dom Víctor Manuel Ochoa Cadavid.
A nota enviada a Fides por Rádio Caracol informa que, até o momento, nenhum grupo armado reivindicou a responsabilidade do caso, as autoridades não excluem que se trate da criminalidade comum que se transferiu da parte oriental do departamento até esta região.
Dom Ochoa também expressou preocupação pela delicada situação de ordem pública que se vive nas últimas horas no norte de Santander: além deste sequestro, de fato, houve um massacre na fronteira e ações terroristas contra agentes, nas quais foram mortos dois soldados.
"Este fenômeno da violência, que vemos crescer, está se tornando muito complexo, porque além do sequestro, é preocupante o que está acontecendo nos bairros de Cúcuta com o tráfico de drogas. É uma situação muito delicada, pedimos às autoridades que assumam esta situação com muita responsabilidade, porque isso é o reflexo da situação econômica e social na nossa cidade", concluiu o Bispo.
(CE) (Agência Fides, 09/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network