AMÉRICA/HAITI - Unidade e Misericórdia: o fechamento do Jubileu num país sofredor

Terça, 8 Novembro 2016 terremoto   evangelização   pobreza   áreas de crise  

Card. Chibly Langlois, Bispo de Les Cayes

Porto Príncipe (Agência Fides) – O Card. Chibly Langlois, Bispo de Les Cayes, junto com outros Bispos do Haiti, celebraram domingo passado, 6 de novembro, o fechamento do Jubileu da Misericórdia com a participação de um grande número de fiéis. A cerimônia, organizada pela Conferência Episcopal de Haiti, se realizou no National Stadium Silvio Cator da capital, com a participação do Presidente interino, Jocelerme Privert, e outras autoridades do governo.
Em sua homilia, o Cardeal falou de unidade e da misericórdia, necessárias entre os católicos e entre todos os haitianos.
Apenas poucos dias antes, o Card. Langlois havia dito: “Em um país no qual mais de 8 em cada 10 pessoas vivem na pobreza e metade do país vive em condições de extrema pobreza, os problemas econômicos se tornam cada vez mais graves, gerando violência nos bairros mais pobres e migrações dentro e fora do país”.
O Card. Langlois prosseguiu: “Somos um país vulnerável aos desastres naturais catastróficos, como o furacão Matthew, que atingiu a ilha em 4 de outubro passado. Há ainda pessoas morando em barracas; há ainda pessoas morando em alojamentos temporários. As pessoas ainda vivem em condições muito precárias. Não obstante a contínua fragilidade de Haiti, há ainda muitos pontos de força no país, como a solidariedade entre os haitianos no Haiti, que são cerca de 10 milhões, e com os haitianos da diáspora, que são cerca de 2 milhões e vivem em outros países”.
(CE) (Agência Fides, 08/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network