ÁSIA/FILIPINAS - Não à energia nuclear: a Igreja elogia o presidente Duterte

Terça, 8 Novembro 2016 meio ambiente   política   sociedade civil  

CC Jiru27

Manila (Agência Fides) - Não à energia nuclear nas Filipinas: a posição do Presidente da nação, Rodrigo Duterte, que se recusou em ativar a usina nuclear na província de Bataan (a oeste de Manila) e assegurou que durante seu mandato as usinas nucleares não funcionarão, foi bem recebida pela Igreja Católica no país.
O Bispo Ruperto Santos, ordinário de Balanga, declarou que com a decisão, o chefe do executivo demonstrou “a sua preocupação e o cuidado pelas pessoas e o meio-ambiente". Acolhendo favoravelmente o anúncio de Duterte, o Bispo recordou que a grande maioria dos cidadãos da província de Bataan são firmemente contrários ao ressurgimento do projeto da usina, construída entre 1958 e 1986 e jamais ativada. As Filipinas sempre cuidaram da sua manutenção e nos últimos anos foi reproposto o projeto de acender o reator.
“É um projeto muito perigoso – releva o Bispo em uma nota recebida pela Fides – e seria apenas fonte de corrupção”. A Igreja, recordou o prelado, “auspicia o recurso a fontes de energia renováveis, como a energia solar, eólica ou hidrelétrica”. A proposta de reativar as usinas nucleares nas Filipinas foi apresentada por alguns políticos para abater os elevados custos da energia elétrica. (PA) (Agência Fides 8/11/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network