VATICANO - Card. Filoni consagra a Catedral de Karonga: “Um passo importante na vida desta Igreja local”

Sábado, 5 Novembro 2016 filoni   evangelização   animação missionária  
Catedral de Karonga

Amecea

Catedral de Karonga

Karonga (Agência Fides) – “Esta alegre circunstância, na qual contemplamos a beleza e o significado deste templo, marca também um passo importante na vida da Igreja local. Hoje, concluímos a fase inicial do desenvolvimento desta jovem diocese, que começou apenas seis anos atrás com a sua criação e a nomeação do seu primeiro Bispo diocesano, em resposta ao constante crescimento da Igreja nesta parte do Malauí. Estou feliz porque, desde então, o crescimento continuou, em especial no número de batismos e seminaristas. Este é o resultado da dedicação de vocês ao trabalho de evangelização e da atenção pelos jovens e pelos pobres”. Assim se expressou o Prefeito da Congregação para a Evangelização dos Povos, Card. Fernando Filoni, que presidiu esta manhã, como Enviado especial do Santo Padre Francisco, à consagração da Catedral da diocese de Karonga. Estavam presentes no rito solene vários Bispos, o Núncio apostólico, sacerdotes, religiosos e religiosas, uma multidão de leigos, além das autoridades civis guiadas pelo Presidente da República.
Em sua homilia, o Card. Filoni recordou aos presentes que através do rito de consagração “esta Catedral se tornou uma casa de Deus, um local privilegiado em que as pessoas se reunirão para adorar Deus que, tão humildemente, veio habitar em meio a vocês. Todas as vezes que Deus os chama neste lugar sagrado, seja para as sagradas liturgias e os sacramentos, seja para a oração pessoal, Ele recorda a cada um que vocês se tornaram templo do Espírito Santo. Aqui receberão a força para sair e edificar a comunidade dos fiéis, onde quer que Deus os guie”.
Inspirando-se nas leituras da Missa, o Prefeito do Discatério Missionário evidenciou que “todo batizado foi purificado para se tornar um local especial onde Deus habita. Também nós fomos consagrados no nosso Batismo, de modo que Deus possa morar em nós!” São Paulo nos recorda que somos “templo de Deus em que o Espírito habita”.
O Cardeal Filoni citou a homilia do Papa Francisco durante sua visita a Uganda, no ano passado, quando disse: “O dom do Espírito é um dom que deve ser partilhado. Nós não recebemos o dom do Espírito somente para nós mesmos, mas para nos edificar mutuamente na fé, na esperança e no amor. Se todos os dias soprarmos o fogo do dom do Espírito, certamente nos tornaremos os discípulos missionários que Cristo nos convida a ser, em nossa família e com os amigos, certamente, mas também com aqueles que não conhecemos, em particular aqueles que poderiam ser pouco amigáveis ou também hostis em relação a nós.”
Enfim, o Cardeal sublinhou: “Jesus, pedra angular, construir a sua Igreja sobre a rocha, Pedro, como também ouvimos no Evangelho de hoje. Ele continua construindo a sua Igreja através do Santo Padre e Bispos”. E exortou: “Permaneçam sempre unidos a Pedro, o Papa, e aos seus bispos, e o seu fundamento autêntico será Jesus Cristo”.
No final da missa, o Cardeal Filoni num breve discurso agradeceu a todos os presentes pelo compromisso incansável para “construir uma sociedade de reconciliação, justiça e paz no Malauí”, recordando o que disse o Papa Francisco aos Bispos do Malauí recebidos, no Vaticano, para a sua visita Ad Limina em 6 de novembro de 2014. Reconciliação, justiça e paz “são essenciais para a mensagem do Evangelho e devem ser proclamadas para o bem de toda a sociedade”. (SL) (Agência Fides 05/11/2016)


Compartilhar: