ÁFRICA/SUDÃO DO SUL - Papa Francisco convoca os líderes cristãos do Sudão do Sul para discutir a crise

Quarta, 26 Outubro 2016 bispos   papa   paz  

Juba (Agência Fides) - Papa Francesco convidou ao Vaticano as lideranças religiosas cristãs do Sudão do Sul para debater sobre a gravíssima crise que o mais jovem país africano está atravessando.
Foi o que revelou Dom Paolino Lukudu Loro, Arcebispo católico de Juba, que explicou que dentre os convidados estão o Arcebispo Daniel Deng Bul, Primaz da Episcopal Church of Sudan e Peter Gai, Moderador da Presbyterian Church in South Sudan and Sudan.
A guerra civil entre o Presidente Salva Kiir e o ex Vice-Presidente Riek Machar começou em dezembro de 2013 e colocou de joelhos o jovem Estado independente desde 2011. Os acordos de paz alcançados em agosto de 2015 foram desrespeitados e o conflito recomeçou em julho, quando na capital, Juba, as tropas de Kiir combateram um conflito feroz com as de Machar (veja Fides 11/7/2016).
Um relatório de Amnesty International divulgado em 25 de outubro acusa as forças governamentais de ter cometido “assassinato de civis, estupros de mulheres e jovens e saqueios” durante os atritos de julho na capital. Simultaneamente, o Alto Comissário ONU para Direitos Humanos lançou um alarme sobre a série de discursos que fomentam ao ódio étnico ocorridos em diversas áreas do Sudão do Sul, especialmente no estado de Equatoria, onde no início de outubro, 200 pessoas foram mortas por questões de pertença étnica (veja Fides 13/10/2016).
Para tentar dissimular o ódio fomentado em meio às Igrejas cristãs, acabou de ser criado um projeto de reconciliação entre as etnias (veja Fides 17/10/2016). (L.M.) (Agência Fides 26/10/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network