ÁFRICA/RD CONGO - A Arquidiocese de Lubumbashi condena o homicídio de pe. Mulimbi e pede que seja garantida a segurança de todos

Quarta, 26 Outubro 2016 missionários assassinados  

Kinshasa (Agência Fides) - “Condenamos o cruel assassinato de um servidor de Deus que ofereceu a vida pela população. Pretendemos que seja feita clareza sobre o homicídio” afirma um comunicado da Arquidiocese de Lubumbashi sobre o homicídio de pe. Joseph Mulimbi Nguli, 52 anos, vigário da paróquia de San Martino no município de Katuba, em Lubumbashi, capital da Província de Alto Katanga (veja Fides 24/10/2016).
“Pedimos ao governo que seja garantida a segurança da população de maneira global, total e definitiva. Não é aceitável que se pretenda cuidar do bem-estar de uma população quando ela é constantemente morta de modo selvagem”, afirma o comunicado assinado pelo Diretor diocesano da Comissão Justiça e Paz, pe. Kalaba.
Pe. Mulimbi foi morto na noite de 21 de outubro enquanto se dirigia à casa de sua irmã. Homens armados o seguiram e entraram em sua casa, disparando três tiros de Kalashnikov contra o sacerdote, dos quais um foi fatal. Os delinquentes fugiram sem roubar nada. As autoridades provinciais prometeram que farão de tudo para prender os autores do crime. (L.M.) (Agência Fides 26/10/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network