ÁSIA/PAQUISTÃO - A “Laudato si” em urdu, manifesto para o cuidado da criação

Sexta, 21 Outubro 2016 meio ambiente   jubileu da misericórdia   laudato si'   política   igrejas locais  

CC Junidrao

O lago de Attabad

Faisalabad (Agência Fides) – A encíclica Laudato si’, traduzida em urdu e distribuída aos fiéis, é o manifesto e o ponto de referência para o cuidado do meio ambiente no Paquistão: foi o que disse o Bispo Joseph Arshad, Pastor de Faisalabad, numa missa especial dedicada à proteção da criação, celebrada nos dias passados, da qual participaram padres, freiras, professores, estudantes e representantes de associações religiosas e civis.
O Bispo destacou que a Igreja no Paquistão pretende acolher o impulso propulsivo do Papa Francisco que, durante o Ano jubilar, convida a difundir a consciência sobre o cuidado da criação como "nova obra de misericórdia".
"A natureza criada por Deus existe em benefício dos seres humanos. Mas o homem está destruindo a criação de Deus em nome de seus interesses. Por causa desta destruição, estamos diante de graves problemas como o aquecimento global, a poluição industrial e o aumento da temperatura, com consequências para a humanidade". Consciente desta situação alarmante, "o Santo Padre divulgou a encíclica Laudato si’, que convida ao cuidado da nossa casa comum", reforçou.
Dom Arshad conclui: "É preciso crescer na relação de recíproca responsabilidade entre os seres humanos e a natureza. Toda comunidade pode obter da generosidade da terra tudo aquilo de que necessita, mas tem também o dever de proteger a terra e garantir a sua fecundidade para as futuras gerações. É um grande desafio cultural, espiritual e educativo".
No final da missa, foi distribuída aos fiéis a versão da encíclica Laudato si’ traduzida em urdu e, de modo simbólico, todos os presentes assinaram um manifesto de compromisso a cuidar da criação. (PA) (Agência Fides 21/10/2016)


Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network