AMÉRICA/VENEZUELA - Mortes por tuberculose, falta de comida: a Igreja denuncia a situação nas prisões

Segunda, 17 Outubro 2016 direitos humanos   política   pobreza   saúde  
Situação nas prisões

Situação nas prisões

Guárico (Agência Fides) - "Foi divulgado ontem, em algumas paróquias da capital da Venezuela, o comunicado da Comissão Justiça e Paz da Conferência Episcopal da Venezuela, sobre a situação carcerária no país. O texto denuncia a situação da Penitenciária Geral da Venezuela (PGV), em San Juan de Los Morros, Estado de Guárico, onde foi confirmada a notícia das mortes de reclusos por causa da tuberculose e a falta de assistência médica, além da escassez de alimentos para os prisioneiros.
"Apoiamos o apelo que as famílias, especialmente as mulheres, filhos e mães de prisioneiros estão fazendo por seus parentes presos e detidos: eles são seres humanos, cidadãos venezuelanos que têm o direito de ser ouvidos e respeitados", afirma o comunicado. "A falta de informação real, as mortes de prisioneiros por tuberculose, a proibição de visitas, a falta de comida, maus-tratos" são alguns elementos da denúncia enviada a Fides.
A Comissão Justiça e Paz pede às autoridades do Estado e ao Ministério do Poder Popular para o Serviço Penitenciário para "resolver os problemas do centro penitenciário e garantir plenamente os direitos humanos dos detidos e suas famílias, nos termos estabelecidos pelo direito internacional para esses direitos fundamentais".
A situação foi dada a conhecer através das redes sociais: os próprios detentos postaram vídeos suplicando para não deixá-los morrer daquele jeito, mostrando a situação triste de muitos presos doentes. Isso causou indignação em seus parentes que não conseguem intervir. (CE) (Agência Fides, 17/10/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network