ÁSIA/PAQUISTÃO - Pedido à Corte Suprema: um novo juiz para o processo a Asia Bibi

Sexta, 14 Outubro 2016 blasfêmia   asia bibi   islã   minorias religiosas   justiça  

Islamabad (Agência Fides) – Nomear em breve um novo juiz ou um novo colégio de juízes para examinar o caso de Asia Bibi: como apurado pela Fides, este é o pedido encaminhado ao juiz chefe da Corte Suprema pela defesa jurídica de Asia Bibi, após o adiamento da audiência no caso de blasfêmia sobre a acusada. A cristã, condenada já na primeira instância e no apelo, aguarda o julgamento da Corte Suprema. Os advogados de Asia confiam que a Corte fará a nomeação e marcará uma nova audiência em poucas semanas.
“Mesmo depois deste adiamento, continuamos confiantes de que a Corte cancelará as acusações contra Asia”, diz à Fides Nasir Saeed, Diretor da ONG “CLAAS" (Centre for Legal Aid, Assistance and Settlement), que acompanha o caso e fornece assistência legal gratuita a muitos outros cristãos acusados injustamente e, indigentes, precisam de defesa legal.
“Todavia – acrescenta – temo que com uma sentença favorável a ela, possam haver repercussões negativas ou violências gratuitas contra os cristãos no Paquistão. Se ao contrário, a condenação for confirmada, pode-se apelar ao presidente do Paquistão, que tem o poder de conceder a graça”.
Nasir Saeed releva "as pressões dos extremistas" e recorda que "até agora, ninguém foi julgado por blasfêmia no Paquistão". "É muito importante que o governo leve a questão à sério e adote medidas de segurança adequadas antes do processo", convidando as instituições a “garantir proteção e ajuda às vítimas das falsas acusações de blasfêmia e às suas famílias" . (PA) (14/10/2016)



Compartilhar: Facebook Twitter Google Blogger Altri Social Network